08 abril, 2014

Resenha: Desejo de Justiça - V. Totta

  Oi fofos, tudo bem?
  Quero conversar com vocês sobre um livro super bacana que nos foi enviado por V. Totta, nossa mais nova parceira do blog.


Livro: Desejo de Justiça
Autor: V. Totta
Editora: -
ISBN: 978-85-915887-2-5
Ano: 2014
Páginas: 339
Sinopse: Gabriel Goulart é o mais moço e mais eficiente investigador da cidade de Curitiba. Há muitos anos ele e seu irmão, prometeram diante do túmulo de seu pai, serem homens de bem e levar justiça à sociedade, uma vez que sua família foi brutalmente destruída. Agora o investigador Goulart estava em um caso grande de assassinato, e mais uma vez tinha chegado rapidamente à conclusão daquele crime hediondo. O que ele não esperava era que seu irmão, um ético e competente advogado fosse assumir a defesa da ré. Aquilo deixou Gabriel irritado e preocupado. Apesar de todo problema que a vida trouxe, afastando os irmãos, eles mantinham sua promessa... Até Monique. Agora Gabriel tem que ir contra seu irmão, que acredita na inocência dela, enquanto o investigador tem total certeza que ela é culpada e além disso, mais assassinatos acontecem e todos apontam para Monique.Gabriel está decidido a provar para Guilherme que ela é a assassina e fazer, como sempre, a justiça se cumprir e já esperava que seu irmão não fosse mudar de ideia, nem com todos os assassinatos acontecendo em volta deles...O que o investigador não esperava era se apaixonar pela acusada.
  Gabriel, investigador, acaba prendendo uma linda mulher chamada Monique. Perturbado com a sua beleza e com o crime que supostamente a menina cometeu, Gabriel é grosso e ignorante como a tal. Quando por surpresa, na delegacia em que trabalha, Guilherme, seu irmão e o com quem vive se desentendendo, aparece para advogar em defesa de Monique. E assim, a trama se desenvolve. Gabriel sofrendo de atração e tentando condenar Monique. E Monique e Guilherme tentando alcançar a inocência. 

  Ao pensar em toda essa trama, percebe-se que o título está em perfeita conexão com tudo que acontece, a final, todos desejam alcançar a sua maneira, a seu ponto de vista, a justiça.

  A estória é perigosa e até uma certa parte ela é picante, pois se trata de uma trama com acontecimentos eróticos. Eu tive a impressão que depois de uma certa parte, mais da metade do livro, além de picante as "coisas" começam acontecer ardentemente.

  Como estudante e pesquisadora de direito [em reta final o/] posso afirmar que aos acontecimentos em relação ao mundo investigativo é coerente no que tange a realidade do nosso sistema jurídico. A linguagem é clara, acessível e elegante (não vulgar). Narra-se em terceira pessoa; e pode-se a firmar que se tratando de um livro com acontecimentos eróticos a linguagem deixou o livro elegante. Não é pornografia e não está baseado só nos acontecimentos; é um estória policial, perigosa, com momentos sexuais.
Guilherme fitou o irmão com os olhos apertados e fechou o punho por cima da perna.Gabriel percebeu que o irmão havia ficado irritado.— Você mente para mim, defendendo uma assassina, ignorando completamente seu juramento e agora ainda vem até meu trabalho exigir alguma coisa?— Eu não menti...— Te conheço desde que você nasceu e apesar de não sermos os melhores amigos há alguns anos, sei bem que quando você mente. Vocês não estavam juntos na hora da morte do porteiro e eu vou provar isso.Guilherme se levantou na intenção de ir embora, quando um policial entrou falante.— Investigador, recebi uma ligação de uma tal Rita e...Ele parou abruptamente quando viu Guilherme olhando curioso para ele.— Rita?! — Gabriel levantou e franziu a testa. O nome dela não era estranho.— Sim é sobre o caso Veiga.O policial fitou Guilherme e depois olhou interrogativamente para Gabriel.— O Dr. Goulart já está de saída. — Gabriel disse praticamente expulsando Guilherme da sala.— Quem é Rita? — Guilherme perguntou e Gabriel abriu um largo sorriso.— Talvez alguém que vai me ajudar a colocar sua amiguinha atrás das grades definitivamente. Agora saia da minha sala.Guilherme abriu a boca para responder, mas diante da expressão dura de Gabriel ele sabia que não ia conseguir arrancar nada dele. Virou-se e saiu, batendo a porta.Depois que ele saiu, Gabriel relaxou e voltou a falar com o policial.

  Em relação as personagens você fica em constante questionamento: Monique é a mocinha ou criminosa? Gabriel está certo ou errado? Será que Guilherme é um boco? Bom, acreditei que Monique é uma mulher cheia de malicias, mas também acreditei na inocência dela; mas fico em duvidas no decorrer da trama. Gabriel nos leva muito a acreditar na culpa de Monique o que torna tudo muito difícil. É um mistério muito difícil de solucionar.

  Gabriel e Guilherme, lindos; apaixonantes e sedutores, mesmo tendo jeitos diferentes. 

  A trama se desenvolve muito bem, é uma leitura fascinante, tranquila e divertida. A escrita é boa e nota-se que a autora soube conectar os fatos de maneira coesa e precisa. Tem ação, culpa ou inocência, amor e paixão, tem muito perigo também. Nesse contexto você se pega refletindo em nossas atitudes com os outros: Será que nem todos merecem ser tratados com educação ou todos merecem? Como podemos confiar tão fácil em pessoas que nem conhecemos? E como não se enganar com quem conhecemos?

  No final a trama se desfecha de maneira encantadora, surpreendente. É um livro interessante que vale a pena ser lido, te-lo na estante e emprestá-lo [apesar dos ciúmes].

Beijos....♥





~ Não esqueça de seguir nossas redes sociais ~

Um comentário:

  1. Muito obrigada pela linda resenha. É tão bom quando vemos nosso objetivo alcançado, entretanto, melhor ainda é saber que eu consegui agradar os leitores. Fiquei emocionada de verdade lendo sua resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir