21 julho, 2014

Resenha: O Inverno das Fadas - Carolina Munhoz

  Oi, Galera. Tudo bom?

  Bem, a maratona acabou e foi tenso! Tenso poque eu empaquei em "Menina Submersa". Agora que passei da página 100 o livro está mais "empolgante", mas eu o abandonei pra poder ler mais de 2 livros na Maratona rs.


  Como dito pela Dee, eu li:
  A Escolha, Vestígios da Terra e O Inverno das fadas.

  Então senta que lá vem resenha rs ;)


Livro: O Inverno das Fadas
Autor: Carolina Munhóz
Editora: Fantasy Casa da Palavra
ISBN: 9788577342679
Ano: 2012
Páginas: 304
Sinopse:A ATRAÇÃO PODE SER FATAL, MAS A FANTASIA FAZ PARTE DO ENCANTAMENTO.Sophia Coldheart não é uma fada comum. Ela é uma Leanan Sídhe, uma espécie de fada que serve de musa para humanos talentosos alcançarem o sucesso. Uma fada-amante. Mas isso tem um preço. Ao mesmo tempo em que os leva ao estrelato, se alimenta de suas energias, levando-os à loucura. E à morte. Uma vida intensa e extraordinária com um fim trágico.
Mas o que aconteceria se um humano resistisse à sua sedução e fizesse a própria Sophia sentir-se fascinada por ele? A autora Carolina Munhoz nos conta essa história com primazia, mostrando que o mundo da fantasia para jovens ainda pode render sucessos e obras que vão muito além do simples passar de tempo.

  O inverno das Fadas é um romance, que fala sobre uma sada chamada Leanan Sídhe (Que é tipo uma Succubus) e um Escritor inglês chamado Will.
Este tipo de fada é topo uma musa inspiradora que enquanto estimula a criatividade do artista ela suga sua energia causando-lhe a morte. No geral por suicídio, mas pode ser exaurindo as forças da "vítima" também.

  O fato é, não sei se atualmente me encontro muito exigente ou os livros que realmente não estão sendo tão incríveis assim.

  Eu achei bacaninha, mas acho que podia ter sido melhor, fiquei com uma sensação meio "quée" (onomatopeia para buzina rs) sabe, meio. Só isso?

  Acho que, talvez, seu eu fosse mais nova ficaria mais animada com essa leitura, até mesmo mais envolvida, talvez. Não vou ser hipócrita e dizer que não fiquei interessada em saber qual seria a solução daquele problema entre os personagens principais. 

  Mas confesso que não foi uma história que me tirou o ar, acho que atualmente quando penso em romance eu penso em algo que me envolva de tal forma que eu sinta a respiração presa, de tanta emoção. E bem, não foi assim que me senti.

  O livro é bom, vale a pena ser lido, mas para mim se assemelha muito mais a um conto do que um livro, mesmo. 

  Indico para quem quer um leitura despretensiosa e leve.


Música escolhida para o livro:





                                                   Beijinhos e até a próxima!


~ Não esqueça de seguir nossas redes sociais ~

Nenhum comentário:

Postar um comentário