Resenha: Polvora – Tico Sta Cruz

Resenha Polvora - Tico Sta Cruz


Livro: 
Pólvora
Autor: Tico Sta Cruz
Editora: Belas-Letras
ISBN: 978-85-8174-156-7
Ano: 2014
Páginas: 168

Sinopse: A novela policial originalmente publicada na internet com mais de 300 mil leitores.
Pólvora é o livro proibido do roqueiro Tico Santa Cruz, definido pelo próprio autor como uma narrativa “psicótica, suja e violenta”. Inicialmente escrito em capítulos curtos para postar em seu blog, em poucas semanas virou fenômeno na rede. Um leitura intensa e chocante sobre terror e caos, hipocrisia e preconceitos, política e serial killers. Mas, acima de tudo, sobre o lado mais sombrio de cada um de nós.

Em Pólvora, terceiro livro do vocalista da banda Detonautas, Tico Santa Cruz, somos apresentados a um bancário cujo não sabemos, em momento algum, seu nome, que junto de uma enfermeira chamada Lorena, ou simplesmente Lore, embarcam em uma aventura que por onde passam, deixam um rastro de sexo, prazer e muita morte.

  “Ninguém tem o direito de me dizer o que devo ou não fazer com meu corpo ou com minha mente.” p: 46

O livro já começa com um assalto, onde o bancário e Lore fazem sua primeira vítima. Mas esse assalto não se compara com o que esse trio vai fazer durante a trama.

Reparem que disse trio logo acima. Trio porque logo nas primeiras páginas, somos apresentados também a Milene, uma garota bem abalada pelo episódio que ela flagrou seu namorado transando com seu irmão, na frente de sua avó inválida (fiquem tranquilos, isso não é spoiler). Ela se junta ao nosso personagem principal e Lore, que passam a aprontar cada vez mais.

Resenha Polvora - Tico Sta Cruz-02

Lore conheceu nosso personagem principal, quando o mesmo foi levar seu sobrinho  para tomar vacina. A partir dai, os dois começam uma história bem louca de amor, onde Lore não se importa de como ou o que tem que fazer para conseguir prazer. Ela sente muito prazer na dor dos outros, o que também passa a excitar nosso bancário, que é muito influenciável por ela, e diz estar muito apaixonado.

O livro é narrado em primeira pessoa, e pela visão do bancário. O que faz com que o leitor só saiba o ponto de vista de quem mata, de quem faz as coisas erradas, no caso, do nosso personagem principal. Não sabemos o que acontece com as vítimas depois que o crime acontece. Só sabemos o que é nos mostrado em forma indireta, como em um noticiário.

Resenha Polvora - Tico Sta Cruz-03

O livro é muito pesado, com cenas bastante forte e inapropriada, na minha opinião, para menores. Tico Santa Cruz tem uma escrita muito boa, e apesar do livro ter uma temática forte, pesada, a leitura não é cansativa, flui bastante bem e é uma leitura rápida. Tico sabe deixar o leitor curioso a cada final de capítulo, que faz o leitor não largar o livro até saber o final.

Resenha Polvora - Tico Sta Cruz-04

Falado em final, achei ele bem impactante. Não vou falar mais que isso para não dar spoilers, mas deixo minha recomendação para ler esse livro e meu agradecimento a nossa editora parceria Belas-Letras por ter cedido o exemplar para a resenha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *