13 março, 2015

News da Semana - Editora Belas-Letras

  Heeey, pessoinhas! Tudo bem???
  Hoje trago várias novidades da Editora Belas-Letras \o/ Bora conferir!

 Entrevista exclusiva 

A história pop-fantástica
de Carlos Maltz

Pré-venda do livro do ex-baterista do Engenheiros do Hawaii já começou na loja virtual da Belas-Letras 

Não por coincidência e nem por mero acaso o protagonista da história de O Último Rei do Rock, o novo livro de Carlos Maltz, nasceu no mesmo dia e local da morte de John Lennon. “O livro começou aí e era a única coisa que eu sabia”, conta Maltz, ex-baterista da banda Engenheiros do Hawaii e que lança seu primeiro livro de ficção, pela Belas-Letras. 

Nesta entrevista exclusiva, Maltz detalha como a astrologia e a psicologia o influenciaram na hora de escrever o livro, sua identificação com o protagonista da história e as recordações dos anos em que esteve nos Engenheiros. 

Editora Belas-Letras: Trabalhar como astrólogo e como psicólogo ajudou no processo de escrita do livro?
Carlos Maltz:
 Esse livro só podia ter sido escrito por um astrólogo. Juan LMK nasceu no mesmo dia, hora e local em que John Lennon morreu. Só um astrólogo poderia ter pensado uma coisa dessas. O livro começou aí e era a única coisa que eu sabia. Então eu tinha o mapa astrológico do Juan. O cara nasceu em Nova York, às 23h45min do dia 8 de Dezembro de 1980. Coloquei o mapa astrológico do cara na parede e comecei a fazer um estudo psicológico da figura, que é exatamente o trabalho que eu faço no meu consultório. De repente, Juan LMK criou vida no meu quarto e começou a me contar a sua história. Eu só fiz escrevê-la.

Belas-Letras: Você se identifica com Juan LMK?
Maltz: Alguém, eu não lembro quem, disse: toda autobiografia é ficção e toda ficção é autobiografia. Sim, Juan LMK tem algum parentesco comigo. Nós dois somos judeus errantes sem pátria e sem vínculos com o próprio passado. Teremos futuro? S.D.S. (Só Deus Sabe) bom... Leia o livro e tire suas próprias conclusões.

Belas-LetrasVocê disse que seu processo de escrita é sem planejar. Como O Último rei do rock foi escrito? 
Maltz: Quando eu comecei a escrever o livro a única coisa que eu tinha era o mapa astrológico do Juan LMK. Ela foi sendo escrita em tempo real, ou seja , eu só sabia o que estava escrevendo. Não tinha a menor ideia do que ia acontecer depois e nem da maneira como aquilo tudo ia terminar. O livro me surpreendeu demais. Não sei se positivamente. Eu jamais teria escrito um final daqueles, tão anti-heroico.  A culpa não foi minha, a culpa é toda do Juan LMK.

Belas-Letras: O Último rei do rock se passa em 2020 e em Brasília, cidade que você mora atualmente. Brasília é um lugar bom para viver?
Maltz: Para um ex-estudante de arquitetura, morar em Brasília é um sonho real. Como Juan LMK diz, Brasília é a acrópole de concreto, uma não-cidade perdida em algum espaço tempo que ainda não existe e nem sabemos se existirá um dia. Daqui, olhando pra trás, vislumbro o futuro que já passou. 2020 é aqui e agora.

Belas-Letras: Quais as principais recordações e ensinamentos do tempo de Engenheiros?
Maltz: Infinita Highway era a nossa Bíblia. Nós vivíamos aquilo mesmo, não era só uma letra de música, e quando deixamos, pelo menos eu deixei de seguir aquela "religião", a banda implodiu. Com a banda aprendi a "viver de arte", não só no sentido financeiro, mas existencial. Com a lei da Highway, aprendi que vida é arte e arte é vida. Se não for assim, melhor não se meter com isso.

Belas-Letras: O que os leitores, tanto os seus fãs como os fãs da banda, podem esperar de O Último rei do rock?
Maltz: Apesar dos meus cabelos não serem mais os mesmos, eu continuo o mesmo maluco que coloca a alma na frente e corre atrás. Ninguém é obrigado a concordar e nem a gostar do que eu penso e digo, mas uma coisa podem ter certeza: eu não fico em cima do muro e nem morro de tédio. Eu não saí do processo de escrita desse livro do mesmo jeito que entrei. E eu garanto que você também não vai.
 PRÉ-VENDA 

Último Rei do Rock, de Carlos Maltz, já está em pré-venda na loja virtual da Editora Belas-Letras.

O livro acompanha um CD autografado e exclusivo do músico e ex-baterista da banda Engenheiros do Hawaii, além de frete grátis para todo o Brasil. 

Lembrando que os livros serão enviados a partir de 6 de abril.

Clique aqui e saiba mais.

 

 Uma vida sem máscaras 


“É incrível para os brasileiros ter uma biografia do Paul em português”, conta fã da banda KISS


Foi durante a primeira passagem da banda KISS pelo Brasil que o paulista Ricardo Cruz Lopes, de 42 anos, passou a se considerar fã dos roqueiros. Vinte e sete anos depois, ele teve a chance de conhecer pessoalmente Paul Stanley, seu ídolo. 

O paulista – assim como outros fãs – está bastante entusiasmado com o lançamento de Uma vida sem máscaras, a autobiografia de Paul Stanley. “É incrível para todos os fãs brasileiros ter uma biografia de um dos membros em português. Nem todos têm a possiblidade de ler um livro tão cheio de informações em inglês. Tenho certeza que os fãs/colecionadores não deixarão de adquirir a edição limitada em capa dura, pois além do conteúdo, certamente esse item se tornará raro instantaneamente".

Em 1994, Ricardo teve a oportunidade de ver a banda se apresentar ao vivo pela primeira vez. Ele conta que aquela formação – com Gene Simmons, Paul Stanley, Bruce Kulick e Eric Singer - é a preferida dele e que impulsionou a acompanhar outros shows dentro e fora do país. Ricardo só lamenta não ter ido a nenhum show da turnê da banda que marcou a despedida da primeira fase com maquiagens. Ricardo conta que, quando conheceu a banda, eram raras as informações sobre o KISS – diferente de hoje, com a internet. “Nessa época não tínhamos informações e dependíamos de revistas importantes e de material nacional raro”, conta.

O primeiro contato com todos os integrantes da banda foi em 2010, na Espanha, e Ricardo se orgulha de se encontrar com os músicos todos os anos em algum show pelo mundo. Ricardo é um dos responsáveis pelo Brazilian KISS Army, o maior fã-clube do KISS no Brasil. “Hoje o Brazilian KISS Army é muito respeitado e admirado no mundo todo. Tenho a sorte de ter parceiros incríveis ao meu lado (Cinthia Mendes e Márcio Augusto), que possuem histórias incríveis e sustentam a base do nosso fã clube, sem eles o BKA não existiria.

Para Ricardo, é praticamente impossível apontar apenas uma música como favorita, mas ele tem álbuns preferidos: Revenge, de 1992, Creatures of the Night, de 1982 e Carnival of Souls, de 1997.

A pré-venda de Uma vida sem máscara está rolando na loja virtual da Belas-Letras com a versão em capa dura e frete grátis. Clique aqui e saiba mais.
 Internet 

10 anos de Youtube: veja o canal dos
nossos autores no site

Faz 10 anos que um verdadeiro saco sem fundo virtual vem sendo abastecido com vídeos dos mais variados temas e épocas. Navegando pelo Youtube, você já deve ter se surpreendido com as dicas de maquiagem de Alice Salazar, com as rápidas aventuras gastronômicas do Cozinha para 2, as dicas da Fran Guarnieri para quem quer morar sozinha (livro que vem aí) ou as receitas da Tati Romano. Sucesso absoluto desde 2005, o Youtube recebe 300 novas horas de vídeo a cada minuto.

Em atividade desde maio de 2010, a blogueira Alice Salazar é campeã de visualizações entre os autores da Belas-Letras. Seu canal tem mais de 830 mil inscritos e seus vídeos já foram visualizados mais de 74 milhões de vezes. O vídeo mais assistido nesses cinco anos do canal da Alice é o que ela faz um comparativo entre a forma com que as mulheres se maquiavam e como passaram a se maquiar depois de conhecer as dicas da autora. O vídeo já foi assistido mais de cinco milhões de vezes. Clique aqui e conheça o canal da Alice.

A Carol e o Duca, casal do Cozinha para 2, também fazem sucesso no Youtube. É lá que eles se divertem com as rápidas receitas que facilitam a vida de muitos internautas na hora de ir para a cozinha. Mais de 188 mil pessoas se inscreveram no canal do Cozinha e seus vídeos (divertidos e bem humorados, né?) foram visualizados mais de 8 milhões de vezes. A receita de Arroz à Parmegiana, que não leva mais de 30 minutos de preparo, é a campeã de visualizações do canal, que foi criado em fevereiro de 2012. Conheça mais do canal clicando aqui.

Quem também está no Youtube é a Tati Romano, a nossa psicóloga e blogueira doPanelaterapia. A Tati pensou em tudo e facilitou a vida dos internautas no Youtube e separou os vídeos por receitas doces e salgadas, bebidas, entradas e petiscos e receitas lights. Tem também um espaço em que ela conta mais sobre as viagens que já fez, onde apresenta o livro e conversa com os fãs – que já chegam a quase um milhão no Facebook. Criado em janeiro de 2012, o canal do Panelaterapia já soma mais de 73 mil inscritos e quatro milhões de visualizações. E parece que os internautas do canal preferem as bebidas. O vídeo com uma receitinha rápida de Café cremoso é o campeão com quase meio milhão de visualizações. Veja mais clicando aqui.

O caçula da nossa lista é o canal Morando Sozinha, da Fran Guarnieri, que lançará seu livro pela Belas-Letras no próximo mês. Criado em dezembro de 2012, o canal da Fran já soma mais de 97 mil inscritos e três milhões de visualizações. Com um vídeo a casa semana, a blogueira não só ajuda quem deseja ir morar sozinha como facilita a vida de muitas pessoas na hora de se organizar. Talvez seja por isso que o vídeo mais assistindo do canal é o que Fran ensina como criar um caderno de organização, que já ultrapassou 260 mil visualizações.Clique aqui e conheça mais sobre a blogueira.
 
Nossos vídeos 
E o canal da Belas-Letras ganhou dois novos vídeos nessa semana. Neles há instruções sobre como comprar em nossa pré-venda e um tira-dúvidas sobre como ser um autor da editora, parceiro e ter um autor nossa em sua cidade.
 
EVENTOS

06 MAR Lançamento Noite Ilustrada | Thedy Corrêa | Joinville (SC)
28 MAR Lançamento Clockwork Angels | Kevin Anderson | São Paulo (SP)

09.ABR Lançamento O Último Rei do Rock | Carlos Maltz | Brasília (DF)

Beijos e até mais!






~ Não esqueça de seguir nossas redes sociais ~

Nenhum comentário:

Postar um comentário