15 março, 2015

Resenha: O Olhar de Milo - Virginia Macgregor

Livro: O Olhar de Milo
Autor: Virginia Macgregor
Editora: LeYa
ISBN: 978-85-441-0151-3
Ano: 2015
Páginas: 384

Sinopse: Milo Moon tem nove anos e sofre de retinite pigmentosa. Ele está perdendo a visão e logo ficará cego. Mas, por enquanto, vê o mundo por um buraco de agulha e percebe coisas que as outras pessoas não notam. 

Mas quando a adorada avó de Milo começa a sofrer de demência e vai para uma casa de repouso, ele percebe que há algo de muito errado naquele lugar. Os adultos não lhe dão atenção e, por isso, com a ajuda do cozinheiro Tripi e de Hamlet, seu porquinho de estimação, Milo decide mostrar o que realmente acontece na casa de repouso e quem é a sinistra enfermeira Thornhill.
Perspicaz, inteligente e surpreendente, O olhar de Milo é um romance cheio de grandes ideias, verdades simples e uma mensagem emocionante, capaz de tocar todas as pessoas. Milo vê o mundo de uma forma muito especial e será impossível não se apaixonar por ele, saborear cada momento e depois compartilhar sua história.

  Em O Olhar de Milo somos apresentados a Milo Moon, um garoto de nove anos e que tem uma doença muito rara chamada retinite pigmentosa. Está doença afeta a visão de Milo, e ele só enxerga o mundo através de um "buraco de agulha". Mas essa doença fez que Milo aguçasse seus outros sentidos e isso faz com que ele veja e perceba coisas que as outras pessoas não percebem.

Algumas coisas não fazem muito sentido quando somos crianças. Acreditamos que entendemos o que está acontecendo, mas sempre existe um contexto mais amplo.

  Milo mora com sua mãe Sandy, uma mulher com problemas financeiros e sem autoestima, desde quando Andy, pai de Milo, saiu de casa para morar com outra mulher. Milo também mora com a vó Lou, uma idosa de 92 anos que está tendo os primeiros sinais de Alzheimer e por causa disso, Sandy acaba colocando a Lou em uma casa de repouso chamada Lar Não Me Esqueças, para que seja cuidada e zelada da melhor forma possível por profissionais.
  Mas o Lar Não Me Esqueças não é o que aparenta ser, e Milo com seu porquinho Hamlet, Tripi, um refugiado da Síria e com as velhinhas do Não Me Esqueça, vão desvendar o que se passa realmente na casa de repouso, que aparentemente parece ser um ótimo lugar.


  Quando recebi o e-mail da Editora Leya com os lançamentos, eu logo fui atraída para esse livro. A sinopse, a capa e tudo mais fizeram eu ter a curiosidade de ver como o Milo via, e não me arrependo de forma alguma ter solicitado esse livro para a resenha.


  O livro é narrado em terceira pessoa, alterando a visão entre alguns personagens. Os personagens são muito bem detalhados e construídos, nas primeiras páginas não tem como não ser cativado por Milo e seu porquinho de estimação, Hamlet. Assim como os personagens secundários.
  A escrita da autora é muito boa. O ensinamento que o livro passa através de uma criança de nove anos é para, com certeza, nos comover.  Milo enxerga o que está na nossa cara, mas as pessoas não querem ver, e acho que isso acontece na vida real. As crianças, por mais que não entendam, sempre conseguem ver a verdade, e gostei de ver isso retratado no livro.


  O livro é simplesmente incrível! Você se perde no meio das páginas e não consegue parar de ler. Você tem vontade de entrar no livro e ajudar Milo a mostrar para as pessoas que ele está certo e que devem acreditar nele. Com certeza é uma leitura que todos devem ler. Aproveito para agradecer a Editora LeYa por ter cedido o livro para resenha e por ter me proporcionado esse linda leitura. Recomendo.

Beijos e até mais!






~ Não esqueça de seguir nossas redes sociais ~

13 comentários:

  1. Oi Denise, tudo bem?
    Gostei muito de sua resenha, eu não conhecia muito bem esse livro e não me senti muito atraído pela sinopse, mas adorei a sua resenha e pude ver que ele faz o meu estilo literário, Milo parece ser uma criança muito fofa e que eu pretendo conhecer de perto o mais breve possível.
    http://www.ler-e-ser-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa senhora, a sinopse é de outro mundo, eu iria devorar esse livro se estivesse comigo rsrsrsrs. Os velhinhos no comando, me faz pensar em quantas cassas assim podem realmente existir.
    Sexo, Fraldas e Rock'n Roll

    ResponderExcluir
  3. A estória parece ser uma grande aventura emocionante!! Milo pelo jeito tem muitas verdades a nos mostrar, ele parece ser um garoto inteligente e encantador!! Gostaria muito de conhecer esta estória!!

    ResponderExcluir
  4. Pela sinopse o livro parece ser bem envolvente e instigante. Me interessei bastante :)
    http://garotaliterary.com

    ResponderExcluir
  5. Uiii a De está praticamente uma fotografa com essa fotos DIVAS
    ASUHAUSHASUAHS
    De estou apaixooonada pelo Milo, ele é um foto, amei esse livro já é o queridinho da minha estante

    Beijos
    Mii
    http://blogmaisumlivronaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Uiii a De está praticamente uma fotografa com essa fotos DIVAS
    ASUHAUSHASUAHS
    De estou apaixooonada pelo Milo, ele é um foto, amei esse livro já é o queridinho da minha estante

    Beijos
    Mii
    http://blogmaisumlivronaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Nove anos??? Eu não sabia que ele era tão novinho :(

    Achei lindo, emocionante, fofo, dolorido, e já vi que vou chorar um tikinho sim!!!

    Amei!!!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi De,
    Parece um livro muito bom e comovente, tipo Extraordinário (tipo nada vê, mais me lembrou esse livro) *--* Fiquei super curiosa para ler acredita? Sua resenha ficou ótima (adorei o marcador do blog). Seu blog e lindo!! Parabéns
    Beijinhos ♥
    Livros Para o Chá das Cinco│Espero sua visita :3

    ResponderExcluir
  9. Oi De lindona :)

    Alguns aspectos desse livro me lembrou um anime que eu gosto bastante, em que o asilo que a avó de uma personagem vive não é o que parece ser, e um dos protagonistas ao invés de ter um porquinho chamado hamlet, tem um ratinho com esse nome... rsrs. Enfim, nada a ver com a história, mas achei legal.

    O livro parece ser bem sensível e bonito. O Milo deve ser uma criança incrível e doce, e que é capaz de ver as coisas que não enxergamos. Eu adoro livro com crianças, que tem alguma doença, mas mesmo com uma determinada limitação consegue ensinar muito a muita gente que não tem nada. Gostei também que misturou com uma investigação, e também nos mostra que nem tudo é o que parece ser. Acho essa capa muito bonita e só por ela já dá vontade de ler o livro.

    Adorei a resenha!!

    Beijinhos,

    Rafa

    ResponderExcluir
  10. Adorei sua resenha. Ela transmite a realidade do livro. Não imagina que é tão bom assim o livro. A capa não chama muito atenção para ler.

    ResponderExcluir
  11. Logo que eu vi O Olhar de Milo, capa, título e sinopse também fiquei louca para ler! Está na minha lista interminável de desejados. Parece ser uma história muito linda! Não sabia que era narrado com pontos de vista alternados, muito interessante! Fiquei com mais vontade ainda de ler!!

    ResponderExcluir
  12. Ai que fofinho <3
    Tem coisas que apenas os pequenos parecem perceber... pena que hoje em dia as crianças são "adultizadas" desde cedo, vamos perdendo essa capacidade. Isso é triste.

    ResponderExcluir
  13. Ai que fofinho <3
    Tem coisas que apenas os pequenos parecem perceber... pena que hoje em dia as crianças são "adultizadas" desde cedo, vamos perdendo essa capacidade. Isso é triste.

    ResponderExcluir