25 maio, 2015

Porque eu gostaria de ter escrito A Menina que Roubava Livros

  Heeey, pessoal! Tudo bem???
  Como vocês já sabem, nós, do SAP, nos juntamos com os blogs Da Literatura e Café com Livros para começar um projeto de incentivo à leitura chamado Literatura em Movimento. Se vocês não sabem do que estou falando, basta clicar aqui para ficar por dentro, e quem sabe, participar também.


  E em cada mês teremos um tema diferente, onde os blogs vão falar sobre o tema escolhido. Quer dizer que poderemos ver vários pontos de vista sobre o mesmo tema. E o primeiro tema do projeto foi:

PRIMEIRO TEMA
Todo leitor tem aquele livro que mais gosta por diversos motivos: ou porque o texto possui uma linguagem bonita, ou porque os personagens são instigantes, ou porque a história de amor é a dos sonhos, ou porque a capa do livro é belíssima... Afinal, todos já pensamos "Por que eu não tive essa ideia antes?"
Se fosse o autor(a) de um livro, que livro seria esse? E por que gostaria de ser o autor(a) dele?

  Então, depois de pensar muito sobre esse tema, e ficar várias vezes em duvida de que livro escolher, decidi falar sobre um dos primeiros livros que me fez entrar de cabeça no mundo da literatura, que foi: A Menina que Roubava Livros, do Markus Zusak.


  Acho que não preciso dizer que escolhi esse livro porque é um dos meus favoritos, ou preciso dizer?Enfim, com meus 15, 16 anos, o professor de literatura passou uma lista de livros que nós, alunos, deveríamos ler para podermos fazer as avaliações. E quase no fim dessa lista, no meio de tantos clássicos, estava O Caçador de Pipas e A Menina que Roubava Livros (Muito obrigada Sor André por ter colocado esses livros nessa lista <3).

  Como uma boa aluna (só que não), fui pesquisar e ir atrás desses livros. E eis que obriguei meu pai a comprar esses livros, que não eram nada baratos na época (obrigada pai <3). Deixei eles parados por um bom tempo na estante. Eu encarando eles, e eles me encarando de volta. Até que o dia da avaliação estava se aproximando e eu resolvi pegar A Menina que Roubava Livros para ler.

  E é aqui que começa a parte que eu adoraria ter escrito esse livro. Como assim o livro é narrado pela Morte? Fiquei muito intrigada com isso, mas confesso que a Morte me cativou nas primeiras linhas. Markus Zusak conseguiu abordar um assunto muito delicado numa visão muito inusitada. Além da Morte, o livro nos mostra pelo olhar de uma criança que foi entregue a outra família, o que aconteceu na época em que Hitler comandava a Alemanha, e os judeus eram dizimados de uma forma cruel. Todos esses acontecimentos que ocorreram na época nazista no olhar de uma inocente, que nem sabia ler e nem escrever, mas que era apaixonada por livros. Só por essa genialidade de Zusak, eu queria ter escrito esse livro.

  Além de durante todo o livro ter quotes perfeitos, há uma infinidade de aprendizados que podemos levar para a vida. Enfim, posso passar o dia dizendo o quanto esse livro é incrível e que todos vocês deveriam ler. Mas vou parar por aqui. Espero que eu tenha conseguido transmitir o do porque esse livro é um dos meus favoritos e o porque eu adoraria tê-lo escrito.

  Lembrando que se quiserem conhecerem e participarem do projeto, basta clicar aqui para saber todos os detalhes.

Beijos e até mais!






~ Não esqueça de seguir nossas redes sociais ~

20 comentários:

  1. Meu livro favorito ♥ Markus escreve super bem!! E além de ser uma história boa ela se passa no período do nazismo, acho incrível historias que se passam em época de guerra, pois acredito que a gente tem um pouco do contato de como era na época e de como as pessoas viviam. Achei incrível o livro e já li ele só 7 vezes haha
    Beijão
    Blog | FanPage | Instagram | YouTube 

    ResponderExcluir
  2. Oi, De!!
    Confesso que esse livro não me atingiu o tanto que eu gostaria e pensei que fosse atingir. Talvez porque eu estava esperando demais dele e isso atrapalhou um pouco.
    Mas, ainda assim, é um livro muito bom e uma ótima escolha!! Adorei o texto!! E agradece seu pai por mim também porque olha... hahaha

    Beijos!
    Café com Livro

    ResponderExcluir
  3. Olá Dee, ótima escolha!
    Adoro a obra, ela é encantadora. O que mais gostei foi o carinho com que Hans Hubermann dedicou-se a ensinar a pequena Liesel ele é um exemplo de ser humano.

    Já estou seguindo o blog ;)

    Beijokas da Quel ¬¬
    http://literaleitura2013.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Denise do céu, tu acredita que eu nunca li esse livro? Me sinto uma pessoa e blogueira literária horrível por isso, hahaha! Ele está lá na minha estante, me julgando a cada dia que passa. Teu professor foi muito legal de dar opções tão contemporâneas para vocês lerem.

    Adorei o texto, espero que me ajude a tomar vergonha na cara e ler A menina que roubava livros logo :-P

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Nunca li nenhuma obra do Zusak, embora deseje a maioria dos livros que escreveu. Particularmente fiquei encantado com o filme baseado neste livro, e desde então sempre me digo para comprar A Menina que Roubava Livros, mas acabo desistindo.
    Adorei sua escolha, e pretendo faze-la minha logo.

    ResponderExcluir
  6. Dee, minha parceira de projetos, comida e eventos! :P
    Eu também amei esse livro! Eu o li recentemente, na verdade... Acho que faz apenas um ano, mas depois fiquei pensando "pq demorei tanto??". Acredito que eu tenha gostado por motivos muito parecidos com os teus. Falar de um assunto tão delicado com uma linguagem de tamanha beleza não é pra qualquer autor, né?
    Beijo pra ti.
    Karina

    ResponderExcluir
  7. Esse livro é realmente belíssimo, gostei da tua escolha. Gostei bastante quando li embora já faz muito tempo, quando assisti o filme bateu uma vontade de ler novamente.
    Adorei o texto.
    Beijão

    ResponderExcluir
  8. Oii tudo bem?
    Bom, eu já ouvi inúmeros elogios sobre esse livro, nunca li sempre fico adiando adiando e esqueço
    irei assistir o filme também.
    Amei sua escolha para o projeto, sucesso!!
    beijos
    www.marichic.com

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Eu achei beem legal esse projeto e gostei muito do livro que você escolheu, não li ainda - acho que sou uma das unicas - acho genial essa ideia de ser narrado pela morte, totalmente diferente e inspirador para outros autores.

    Gostei muito do seu texto!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  10. Amo amo amooo sem reservas esse livro. Ele é tão humano, verídico e sentimental que não sei nem o que falar dele, é quase impossível colocar em palavras esse sentimento. Adorei sua escolha para o tema e como já disse achei o projeto genial :)

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?

    Acredita que ainda não li esse livro? Sempre achei a capa linda, mas nunca tive vontade mesmo de pegar para sequer conferir a sinopse, mas depois do seu post e de saber que o livro é narrado pela Morte, que é um dos meus personagens favoritos, seja em séries ou no mundo literário, fiquei com uma mega vontade de conferir. Achei a ideia do projeto algo sensacional, estou ansioso para ver as próximas postagens.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Sempre me falam muito bem desse livro. Ele está na minha pilha. Nem vi o filme p n estragar... Espero que seja tão bom quanto me dizem!
    Parabéns pelo post e pelo blog estão muito bacanas! Já estou seguindo vocês!
    bj-Ka! Até + ver!
    Nu - As 1001 Nuccias

    ResponderExcluir
  13. É um dos meus livros favoritos também!! <3 O amor da Liesel pelos livros é tão lindo, e a Morte realmente nos conquista com sua narração... e colocá-la para narrar foi mesmo uma coisa genial. Amo tanto que é difícil falar sobre ele, com certeza você fez uma escolha excelente, quem não gostaria de ter escrito essa história?

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  14. Oi Dee, sua linda, tudo bem?
    Eu nunca tinha ouvido falar sobre esse livro quando ele já era bem famoso. Até que um dia, ouvi duas pessoas conversando sobre ele. E tive a oportunidade de ver o filme. Eu gostei muito do filme, achei que a narrativa da morte e principalmente a excelente atuação dos autores escolhidos, deu uma sensibilidade ímpar ao filme. Mesmo assim, não achei ele tão forte. Não sei como é o livro, mas não vejo a hora de ler.
    Adorei esse projeto de vocês.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Dee lindona acredita que não consegui ler esse livro, achei tão parado. ,Mas amei o filme, toda as emoções, perdas dos personagens e suas emoções. Fiquei apaixonada pelo filme, vai entender né. Com certeza os livros nos marcam demais . beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  16. Caramba é forte isso de ter um livro que eu gostaria de ter escrito, mas acho que eu gostaria de ter escrito a saga do percy jackson <3 enfim, que bom que o livro te tocou desse jeito, mas esse livro não me chama muito a atenção. sei lá, não consigo me sentir atraída por ele sabe?
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  17. Oii De, tudo bem? Quero participar do projetoo!! <3 Preciso de conteúdos diferentes para postar no blog e acho bem legal essas postagens coletivas. Bom, infelizmente eu não consegui me envolver tanto com "A Menina Que Roubava Livros" achei genial a narração pela morte e a visão de uma menina sobre a guerra e como ela teve que lidar com a perseguição aos Judeus, quando a própria família escondia um em sua casa. Mas sei lá, eu não consegui me envolver com a história, enfim, as vezes acontece.

    Bom, correndo o risco de ser clichê, o livro que eu gostaria de ter escrito, na verdade a série, é Harry Potter... ah, acho que não conseguiria pensar em outro. Como a J.K. Rowling teve tanta criatividade de criar uma série tão grande, sem torná-la chata em momento algum e com tantas situações que ela soube muito bem desenvolver. Fora que os personagens são ótimos e reais. Enfim, adoro Harry Potter <3

    Mas que bom que mesmo tendo sido um livro que você teve que ler para a escola, e muitos livros nessa época não gostamos tanto por nos sentir "obrigados" foi um livro importante para você e que foi o que te levou a entrar nesse meio.

    Beijinhos,

    Rafa

    ResponderExcluir
  18. É o meu livro favorito, junto com O Caçador de Pipas <3
    Eu também fiquei intrigada com a morte narrando.
    Quando a morte narra uma história, você deve parar para ler.
    Simplesmente brilhante!
    Projeto super bacana *-*
    Bjs
    Www.horadaleitur.blospot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oi Dee,
    eu ainda não tive o prazer de conhecer a história, mas espero em breve mudar isso. Mas agora eu fico me perguntando "Como uma historia pode ser narrada pela MORTE?"
    Serio, isso na primeira impressão para bem surreal, mas não teria melhor narrador por se passar numa época muito ruim e assim transmitir, como você disse, varias lições ao decorrer da leitura.
    Adorei o projeto e espero ver mais.

    Beijos Ana Zuky
    SA Revista

    ResponderExcluir
  20. Oi Dee, tudo bem??
    Bom na época que o livro foi lançado eu o comprei, mas tentei ler e não consegui e terminei desistindo e dando de presente... não me arrependi de fazer isso, mas confesso que adorei assistir o filme que mesmo que não tenha sido a leitura do livro, o filme me emocionou bastante e eu chorei horrores no cinema...gostei muito de assistir o filme e sempre assisto quando eu tenho tempo. É muito bom falar de uma livro que nos incentiva e que a gente tenha gostado, as palavras vão fluindo e você nem percebe o tempo o tempo passando.... xero!

    ResponderExcluir