19 outubro, 2015

Resenha: O destino - Lene Kaaberbøl

Livro: O destino (As crônicas da verdade #1)
Autor: Lene Kaaberbøl
Editora: Fundamento
ISBN: 978-85-395-0485-5
Ano: 2015
Páginas: 184
Sinopse: Dina é uma Shamer. Assim como Melussina, sua mãe. Elas têm o dom de olhar nos olhos de uma pessoa e descobrir os segredos mais profundos. Assassinatos, roubos, grandes delitos ou pequenos deslizes - nada fica escondido delas, pois conseguem ver a verdade mais profunda, até mesmo aquela que não se quer revelar a ninguém.
Mas Dina vai precisar encarar seu destino e assumir sua habilidade, se quiser salvar sua mãe e a si mesma. Quando Nicodemus, herdeiro legítimo do trono de Dunark, é injustamente acusado do assassinato da própria família, lorde Drakan leva Melussina para arrancar uma confissão dele. O que ninguém desconfia é que Drakan pretende usar as Shamers em benefício próprio, arrastando Dina para uma terrível conspiração.
A jovem precisará de toda a sua coragem para descobrir a verdade, encontrar aliados e vencer os perigosos monstros escondidos no Covil do Dragão. Mas quem ousaria ajudar um temida Shamer? E que mistérios existem atrás das muralhas do sombrio castelo?

  No primeiro livro de As crônicas da verdade: O destino, somos apresentados a Dina Tonerre, uma garota de quase onze anos que é uma Shamer, que herdou esse "dom" de sua mãe. Esse dom consiste em que se uma delas olhar nos olhos de qualquer pessoa, elas conseguem descobrir os segredos mais profundos, as vergonhas, o que a pessoa já fez de mau, como: assassinatos, roubos, enfim, qualquer coisa elas descobrem.

Às vezes, há coisas que simplesmente não podem ser colocadas em palavras. Coisas dentro de você, quero dizer. Era assim que me sentia naquele momento. Eu não disse nada porque não conseguia. Mas olhei minha amiga bem dentro de seus olhos, até ela sentir que eu sabia que ela era uma menina forte e valente, com coragem de fazer praticamente qualquer coisa.

  E por causa desse dom, a mãe de Dina foi convocada para ir até Dunark para "interrogar" Nicodemus, que supostamente teria assassinado seu pai, e mais duas pessoas. Mas chegando lá, a Shamer não consegue ver que o Nicodemus foi o culpado e assim começa uma longa jornada, já que Drakan quer a todo custo colocar a culpa no Nicodemus. E Dina terá que ter muita coragem para enfrentar todos os perigos que existem na cidade de Dunark para salvar sua mãe e ajudá-la a provar a inocência de Nico.


  O livro é narrado em primeira pessoa pela visão de Dina, o que primeiramente faz com que o leitor não saiba o que aconteceu para que sua mãe tenha que viajar para Dunark. Assim como ela, nós vamos descobrindo com o passar da história o que aconteceu e tudo relacionado com o dom de uma Shamer.


  Gostei muito da escrita da autora, assim como os personagens, achei que foram muito bem construídos. O que me achou a atenção logo de cara foi a determinação da Dina. Ela apesar de ser uma criança de apenas 11 anos, se mostrou muito corajosa e enfrentou tudo muito bem. 

  O livro apesar de ser voltado para o público juvenil, pode ser lido facilmente por adultos, pois tem uma narrativa bem desenvolvida que envolve o leitor até a última página. O que justifica eu o tê-lo lido em menos de 8 horas.


  Achei a capa super bonita, assim como a diagramação. Única coisa ruim foi que meu exemplar estava com um problema de impressão. Quase no final, as páginas não estavam em sequência e eu tive que ficar pulando páginas até achar a página correspondente para continuar a história. Tirando isso, o livro é muito bom, e estou ansiosa para ler a continuação. Agradeço a Editora Fundamento que cedeu o livro para resenha.

Beijos e até mais!






~ Não esqueça de seguir nossas redes sociais ~

Nenhum comentário:

Postar um comentário