04 setembro, 2016

Resenha: George - Alex Gino

Livro: George
Autor: Alex Gino
Editora: Galera Junior
ISBN: 978-85-01-07767-7
Ano: 2016
Páginas: 144
Sinopse: Quando as pessoas olham para George, acham que veem um menino. Mas ela sabe que não é um menino. Sabe que é menina. George acha que terá que guardar esse segredo para sempre: ser uma menina presa em um corpo de menino. Até que sua professora anuncia que a turma irá encenar “A teia de Charlotte”, e George quer muito ser Charlotte, a aranha e protagonista da peça. Mas a professora diz que ela nem pode tentar o papel porque... é um menino. Com a ajuda de Kelly, sua melhor amiga, George elabora um plano. E depois que executá-lo todos saberão que ela pode ser Charlotte — e entenderão quem ela é de verdade também.


  George é uma criança que se vê como uma menina, mas que nasceu biologicamente um menino. E ela tem medo de contar para a mãe e para o irmão que é uma menina, pois ela receia que ambos não a aceitem como ela é. 

Seja quem você é.

  Até que a professora decide encenar a peça "A menina e o porquinho", onde George quer ser a Charlotte, que é uma aranha e a protagonista da peça. Mas a professora não deixa George ser a Charlotte, pois é um papel representado por uma menina. Então, George e sua melhor amiga, Kelly , bolam um plano para que George mostre que ela pode sim, ser a Charlotte e assim, também, conseguir mostrar para a mãe e para o mundo o que ela realmente é.



  George é o primeiro livro publicado no Brasil que aborda o tema transgeneridade. E achei fantástico o modo como foi abordado o tema.

  O livro é narrado em terceira pessoa, pelo ponto de vista da George, que é uma criança. O fato de a protagonista ser uma criança, faz com que o leitor já tenha uma enorme empatia, pois vemos a simplicidade de como as crianças tratam esses assuntos que são tão polêmicos para os adultos, mas que não deveriam ser.


  Por mais que o assunto da transgeneridade não seja muito aprofundado no livro, o autor conseguiu mostrar o que ele queria de um modo tão simples, fácil, que tu não consegue deixar o livro de lado. A leitura flui de um modo tão gostoso que quando você vê, o livro já acabou.


  George com certeza entra para a listinha de livros que todos devem ler. Pois é com livros assim, que as pessoas começam a deixar os preconceitos de lado e começam a entender mais o outro lado e a respeitar as pessoas pelo o que elas são. Leitura indicada para todas as idades.

Beijos e até mais!

~ Não esqueça de seguir nossas redes sociais ~

4 comentários:

  1. Olá Denise, tudo bem? :)
    Nunca tinha ouvido falar deste livro mas parece ser super interessante, acho bastante importante as pessoas poderem ser quem realmente querem por isso fico super feliz em saber que existem livros e outros conteúdos que abordem este assunto! Gostei imenso da resenha querida.
    Se puderes passa lá no meu blog também ficarei muito grata!
    Beijo ♥
    Alexandra's World

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Gente, que livro maravilhoso! Com certeza precisamos de muitos outros livros assim! Parabéns pela resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Geeeente!
    Quero muito, mas muitooooooooooooooooooo mesmo esse livro!

    ResponderExcluir
  4. Oi, quero muito ler esse livro, nunca li um livro nessa temática e esse é um dos motivos pelo qual estou louca para ler, e segundo essa capa simplista muuuuuuuuuito fofa. E também o que mais me chamou atenção é sobre a identidade do autor ou autora, que o que me parece ele/ela pediu pra não revelar seu gênero. estou muito curiosa e pretendo ler em breve!

    https://sobrelivroseliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir