28 setembro, 2016

Sobre Filmes: O Lar das Crianças Peculiares

Título original: Miss Peregrine's Home For Peculiar Children
Direção: Tim Burton
Elenco: Eva Green, Asa Butterfield, Samuel L. Jackson, Judi Dench, Rupert Everett, Allison Janney, Ella Purnell, Terence Stamp, Chris O'Dowd, Milo Parker, Kim Dickens, Pixie Davies
Distribuidora: Fox Film
Duração: 2h07min
Classificação: Livre
Sinopse: Após uma tragédia familiar, Jake (Asa Butterfield) vai parar em uma ilha isolada no País de Gales buscando informações sobre o passado de seu avô. Investigando as ruínas do orfanato "Miss Peregrine’s Home for Peculiar Children", ele encontra um fantástico abrigo para crianças com poderes sobrenaturais e decide fazer de tudo para proteger o grupo de órfãos dos terríveis hollows.


  O Lar das Crianças Peculiares conta a história do Jacob, um garoto que cresceu escutando as história de infância do avô. Nessas histórias o avô contava sobre a época em que vivia em um orfanato em uma ilha no País de Gales e sobre as crianças peculiares que viviam lá. Mas a medida que o Jacob vai crescendo, ele deixa de acreditar nessas histórias, até o dia que acontece uma tragédia com o avô e Jacob parte para essa ilha atrás de respostas.

  E é nessa ilha que ele acaba descobrindo as ruínas do antigo orfanato, mas o que ele achava ser só histórias do seu avô, acaba se tornando verdade. As crianças peculiares ainda existem e vivem em uma fenda no tempo que é controlada pela Srta. Peregrine. 

  Mas no meio desse mundo mágico, onde o sol brilha todos os dias e ninguém envelhece, existe monstros que caçam crianças peculiares e Jacob está disposto proteger todos.


  E o filme mais aguardado do ano para muitas pessoas eu, finalmente chega as telonas nessa quinta-feira (29). E com muita dor no coração venho contar para vocês que assisti ele na última terça-feira e que foi o filme mais decepcionante do ano. Nem sei por onde começar a contar o que me incomodou nesse filme, mas vou tentar. 

  Sei muito bem que o filme é uma adaptação do livro do Ransom Riggs, fui com as minhas expectativas baixas por conta disso, mas não tem como não comparar o filme com o livro. O filme foi pouquíssimo fiel ao livro, coisas banais que poderiam ter sido iguais ao livro foram mudadas, como a data que no livro é 1940 e no filme passa a ser 1943. Mas vamos relevar isso, ok? Porque teve muito mais coisas que ficaram péssimas nesse filme.


  O filme começou de um modo muito rápido, quando percebi já tinha acontecido a introdução das histórias que o avô do Jacob conta para ele e já estávamos indo ao encontro do orfanato e das crianças peculiares. Isso me incomodou um pouco, pois a relação do neto com o avô foi algo tão superficial que o expectador não consegue se envolver com a história.

  Falando em superficialidade, também foi o que aconteceu com relação as crianças peculiares. Tivemos uma breve apresentação deles e foi isso, não consegui me conectar com nenhum deles. Aliás, parecia que os atores estavam meio que deslocados com os papéis, ficou parecendo um pouco falso, o que na verdade me pareceu que aconteceu com todos os personagens.


  Claro que visualmente falando algumas cenas estão bem legais, mas em compensação com outras, deixaram muito a desejar. Mas até a parte que o primeiro livro termina, apesar do que eu disse acima, o filme estava ok, o que piorou de vez foi quando começou a passar cenas do segundo e terceiro livros.

   Sim, O Lar das Crianças Peculiares mostra o que acontece na trilogia de Ransom Riggs e para quem não leu todos os livros, claro que vai sair do cinema com vários spoilers, mas acho que isso não é o pior. O segundo e o terceiro livros se desenrolam na telona por volta de uma meia hora, mas o que mais me incomodou foram alguns elementos, que no mínimo, foram ridículos.


  Na batalha final, os peculiares recebem ajuda de esqueletos (????), que me deu a sensação de ter visto em outros filmes, o que foi hilário, para não dizer que foi extremamente ridículo e sem sentido. Eu estava esperando que o Tim Burton fizesse uma franquia de filmes, mas pelo que pude perceber, acho que não vai rolar uma continuação. 

  Eu fui para o cinema esperando algo que estivesse na altura dos fantásticos livros de Riggs, mas sai de lá completamente decepcionada com o que vi. Espero que quem for assistir, pelo menos se diverta, porque essa foi a maior decepção do ano.

  Caso você ainda não tenha visto o trailer, vou deixar abaixo. E peço que me falem nos comentários o que vocês esperam do filme. Ou se você já assistiu, o que achou.


Beijos e até mais!
~ Não esqueça de seguir nossas redes sociais ~

Nenhum comentário:

Postar um comentário